segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Redundância

Não sei o que é mais constrangedor:

O silêncio de não se dizer o muito que se quer, mas que não se pode, ou talvez não deva ser dito, ou o fiasco de se dizer o que pouco importa, na tentativa inútil de amenizar o embaraço do momento, onde o silêncio por si só já se bastava.

Um comentário:

  1. Oi.
    Achei interessante seu Blog; Os textos são ótimos.
    Até breve.

    ResponderExcluir